Nesta terça-feira (22/10) o tesoureiro da AASPTJ-SP, Eduardo Campos Neves, esteve mais uma vez, junto a representantes de outras entidades, na Assembleia Legislativa com o objetivo de fazer gestões junto aos deputados pela aprovação dos Projetos de Lei Complementar de interesse da categoria: 06/2013 (cria cargos de assistentes sociais e psicólogos), 30/2013 (reposição salarial dos servidores) e 42/2013 (licença-saúde).


Representada pelo primeiro tesoureiro, Eduardo Campos Neves, a AASPTJ-SP esteve na Assembleia Legislativa no último dia 15 de outubro em conjunto com representantes da Assojubs, para fazer gestões junto a deputados pela aprovação dos Projetos de Lei Complementar 06/2013 (criação de cargos de assistentes sociais e psicólogos) e 30/2013 (reposição salarial dos servidores referente à data-base deste ano).

Veja aqui as nomeações já divulgadas pelo Tribunal de Justiça de São Paulo

 

 

 

 

A Assembleia Legislativa aprovou no início da noite de ontem (9/10), o PLC 29/13, de autoria do Tribunal de Justiça, que cuida da revisão da Lei Complementar nº 1.111/10 (Plano de Cargos e Carreiras dos Servidores da Corte), projeto este gerado após amplo debate com as entidades de classe dos funcionários.

É com tristeza que a AASPTJ-SP informa o falecimento da assistente social e ex-diretora Ana Maria da Silveira. Veja as homenagens que a Associação e a associada Selma Marques Magalhães prepararam à companheira e amiga, que vai deixar saudades

 


Foi publicada hoje (25/09) no Diário Oficial do Executivo a Lei Complementar 1.210/2013, que institui a jornada de 30 horas semanais para os psicólogos do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Veja publicação

 

 


Cerca de 700 servidores do Judiciário paulista estiveram ontem na Assembleia Legislativa para acompanhar uma audiência pública em defesa dos Projetos de Lei Complementar 06/2013 (cria cargos de assistentes sociais e psicólogos), 29/2013 (atualização do Plano de Cargos e Carreiras) e 30/2013 (índice de reposição salarial dos servidores). O evento organizado pelo deputado Carlos Giannazi (PSOL) e pela Assojuris, teve como objetivo o convencimento dos deputados da importância da aprovação dos três projetos para a categoria.

Na tarde desta terça-feira (10/09) as entidades AASPTJ-SP, ASSOJUBS, APATEJ, AECOESP, SINDJESP – Caieiras e São Paulo , SINDJESP – Região Metropolitana e SINTRAJUS estiveram na Assembleia Legislativa para dar continuidade à luta em defesa dos servidores do Poder Judiciário paulista.

 


 

O Tribunal de Justiça divulgou hoje pelo Diário Oficial que estão abertas as inscrições para o Intstituto da Remoção para diversos servidores, entre eles, assistentes sociais e psicólogos. Veja o comunicado
Veja também informações importantes sobre o processo de remoção

 

 

 

 

 


Nesta segunda-feira (02/09) o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Ivan Sartori, recebeu a AASPTJ-SP. O objetivo da audiência foi a discussão da situação dos assistentes sociais e psicólogos contratados após o dia 1 de junho de 2007 e que, portanto, ficaram excluídos da SP Prev, conforme solicitado por um grupo de profissionais em reunião realizada no dia 17 de julho.

 

Aprovado o PLC 04/2013 que reduz a jornada dos psicólogos judiciários para 30 horas semanais. Veja como foi a luta e a conquista da AASPTJ-SP por este direito

 

 



Um grupo de associados da AASPTJ-SP da região de Presidente Prudente, entre eles, o primeiro tesoureiro, Eduardo Campos Neves, estiveram reunidos no último dia 17 com o deputado estadual Mauro Bragato (PSDB) para tratar do PLC 04/2013

 


No último dia 13 as entidades reuniram-se com o presidente, desembargador Ivan Sartori e sua assessoria para debate da questão do progressão prevista no Plano de Cargos e Carreiras e como alguns servidores foram afetados por conta da chamada "falta médica".

 


De acordo com informações da Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça, o Órgão Especial aprovou em sessão da última quarta-feira (31/07) a minuta do Projeto de Lei Complementar que altera e acrescenta dispositivos na LC 1.111/10 (Plano de Cargos e Carreiras).

 

 

A AASPTJ-SP esteve presente nesta quarta-feira (31/07) no terceiro ato contra o novo horário do Tribunal de Justiça. Estavam presentes a presidente, Elisabete Borgianni, a primeira secretária, Maria Helena Correa, e algumas associadas da capital.

 

 


Em virtude de várias consultas acerca dos critérios de progressão/promoção, esclarecemos que esse procedimento está previsto na Lei Complementar nº 1.111/2010 (Plano de Cargos e Carreira), no inciso I do artigo 14 e 22, os quais estabelecem “que o servidor tenha cumprido, no mesmo cargo efetivo e grau, o interstício (intervalo) mínimo de 2 (dois) anos de efetivo exercício e obter 02(dois) resultados finais positivos no processo anual da Avaliação de Desempenho”.

O TJ-SP divulgou nesta terça-feira (30/07), pela Intranet, que pagará na folha de setembro, para recebimento em outubro, 1% da diferença retroativa aos 6,5% da data-base (março). A diferença a ser paga seria de 0,27%, mas a Presidência determinou o pagamento de 1%.

 


Na tarde da última quarta-feira (24/07), um grupo de servidores do Tribunal de Justiça realizou um ato público contra o Provimento nº 2.028/13 e Portaria nº 8.782/13, que alteraram o horário de atendimento aos membros do Ministério Público, defensores públicos, advogados e estagiários inscritos na Ordem dos Advogados do Brasil – OAB.



Na manhã desta sexta-feira (19/07) as entidades representativas dos servidores foram recebidas em audiência pelo presidente do TJ-SP, desembargador Ivan Sartori, para início das discussões sobre a pauta de reivindicações entregue à instituição em março. Veja todos os pontos discutidos na reunião

 

Na tarde da última quarta-feira (16/07) ocorreu a primeira reunião do comitê paritário entre entidades e Tribunal de Justiça para o Instituto da Remoção. A AASPTJ-SP, foi representada pela presidente, Elisabete Borgianni, um dos membros do comitê.

 



Bookmark and Share