Ocorreu nesta quinta-feira (02/06) mais uma reunião do Comitê do Processo de Remoção, do qual a AASPTJ-SP é membro efetivo, representada por sua presidente, Elisabete Borgianni.

 

 

 


As entidades solicitaram audiência com a Presidência na tentativa de estabelecer possível data ou estimativa para o TJ-SP pagar os 4% restantes do INPC da data-base de 2016. Mas, Paulo Dimas diz não ser possível estipular datas. AASPTJ-SP entregou petição pública organizada pela categoria por revalorização salarial e novos concursos para assistentes sociais e psicólogos


 

A AASPTJ-SP participou nesta terça-feira (17/05) de audiência pública realizada na Assembleia Legislativa sobre o Projeto de Lei Complementar 257/2016. A audiência foi organizada pelo deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL). Elisabete Borgianni, presidente da AASPTJ-SP, conclamou os assistentes sociais e psicólogos do país a encamparem esta luta.

 

No último dia 15 de abril ocorreu em Marília o Encontro de Assistentes Sociais e Psicólogos do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo – 31ª Circunscrição, que abrange as comarca de Marília, Gália, Garça e Pompéia. O objetivo do encontro foi o de promover a aproximação da diretoria da AASPTJ-SP com os associados e discutir temas relevantes à rotina dos profissionais

 

Atenção assistentes sociais e psicólogos do TJ-SP que ainda não assinaram a petição publica pela revalorização da gratificação judiciária e novos concursos: Estamos esperando sua assinatura para entregar a petição à Presidência. veja como fazer sua parte

Divulgação/CRP-SP

Nos dias 29 de abril a 01 de maio  foi realizado em São Paulo o IX COREP - Congresso Regional de Psicologia de São Paulo, evento de grande importância para discussão de propostas referentes à toda a diversidade de áreas de atuação profissional, tal como a área sociojurídica, com vistas a elaboração das diretrizes que irão definir os rumos da Psicologia no Brasil, para a próxima gestão do Sistema Conselhos. Veja qual foi a participação da AASPTJ-SP

No último dia 14 de abril, ocorreu em Assis o Encontro de assistentes sociais e psicólogos, que abrangeu profissionais destas áreas e que atuam nos fóruns das circunscrições de Assis e Ourinhos. Estiveram ainda presentes técnicos que atuam na rede de proteção socioassistencial (CRAS, CREAS, atendimento socioeducativo), tanto do município de Assis quanto de outros municípios da região, além da presença de uma representante do CRP – subsede de Assis.

Ocorreu nesta quarta-feira (27/04) a Segunda Oficina “A criança vítima ou testemunha de violência e sua exposição ao Sistema de Justiça – Debates sobre o PL 3792/2015”, no auditório do Conselho Regional de Psicologia (CRP-SP). A AASPTJ-SP, a AASP Brasil, os Conselhos federais e regionais de Serviço Social e de Psicologia, e profissionais do Núcleo de Assessoria Técnica do Ministério Público (NAT/MP-SP), da Defensoria Pública de São Paulo deram continuidade aos debates sobre como enfrentar o PL 3792/2015, que institui a escuta de crianças e adolescentes vitimas ou testemunhas de violência.

 

Nesta terça-feira (12/04) o presidente, desembargador Paulo Dimas Mascaretti, recebeu a AASPTJ-SP para tratar de temas de interesse dos assistentes sociais e psicólogos judiciários. O presidente nos recebeu com atenção, ouviu todos os pleitos e comprometeu-se a respondê-los assim que possível.

 

As vésperas da Assembleia Geral dos servidores, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paulo Dimas Mascaretti, enviou e-mail diretamente à categoria anunciando, enfim, o índice de reposição salarial de 7,08% a ser pago em folha suplementar no dia 18. Mais uma vez o TJ-SP não cumpre a integralidade da data-base, que neste período foi de 11,08%. Os 4% restantes somam-se a outros antigos índices devidos aos servidores, uma soma que chegou a 20,94%. Veja o que foi decidido nesta assembleia, que contou com grande participação dos assistentes sociais e psicólogos

 

Eduardo Neves, primeiro tesoureiro, representou a AASPTJ-SP nesta sexta-feira (01/04) em reunião realizada na Assembleia Legislativa com diversos representantes do funcionalismo público. O encontro aconteceu com o objetivo de pensar formas de enfrentamento ao Projeto de Lei Complementar 257/2016. Veja como foi

Nesta quinta-feira (31/03) as entidades representativas dos servidores estiveram novamente reunidas com o presidente, desembargador Paulo Dimas Mascaretti, e sua assessoria. Mas, as notícias não são boas. Além de não haver novidades, o Tribunal de Justiça agora já não garante mais nem o já anunciado índice de 7% para a reposição salarial.

 

Nesta terça-feira (29/03) as entidades representativas dos servidores reuniram-se com a Comissão de Finanças e Orçamento do TJ-SP. O objetivo da reunião foi o de discutir a possibilidade de o Tribunal de Justiça cumprir a lei da data-base em sua integralidade, ou seja, pagar o INPC integral – 11,08%, recompondo as perdas salariais dos servidores.

 


Conforme noticiado na semana passada, ocorreu nesta quarta-feira (16/03) nova reunião entre as entidades e o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Paulo Dimas Mascaretti. A AASPTJ-SP foi representada pelo primeiro tesoureiro, Eduardo Neves. O TJ-SP manteve a informação de que o índice da data-base será de 7%

 

A AASPTJ-SP recebeu diversas consultas sobre a contribuição sindical compulsória.

Nossa assessoria jurídica elaborou este comunicado de esclarecimento sobre a questão.

 

Representantes da AASPTJ-SP, da AASP Brasil e profissionais de outras entidades reuniram-se, em São Paulo, no último dia 9 de março para a Oficina “A criança vítima ou testemunha de violência e sua exposição ao Sistema de Justiça – Debates sobre o PL 3792/2015”. Veja como foi


Às vesperas da Assembleia Geral, o TJ-SP anunciou índice de reposição salarial de 7%, abaixo da inflação do período (11,08%). Reunida na Praça João Mendes nesta sexta-feira (11/03) a categoria, por unanimidade, rejeitou a proposta


 

Na última terça-feira (01/03) a AASPTJ-SP recebeu em sua sede assistentes sociais e psicólogos das Varas de Violência Doméstica (capital) e da Comarca de Santos para uma reunião sobre o Projeto de Lei 3792/2015, de autoria da deputada Maria do Rosário (PT), que institui a escuta de crianças e adolescentes (similar ao Depoimento Sem Dano). 

No dia 18 de fevereiro, a AASPTJ-SP esteve presente ao evento do CRP-SP: Roda de Conversa - Processos de trabalho no Tribunal de Justiça, com palestra proferida pela conselheira fiscal Claudia Anaf, com participação do tesoureiro Eduardo Neves.

 


No último dia 20, a AASPTJ-SP esteve em Santos para participar do VII Encontro Estadual dos Servidores do TJ-SP. A presidente, Elisabete Borgianni, o primeiro tesoureiro Eduardo Campos Neves e a conselheira fiscal Cláudia Anaf representaram a Associação neste evento. Veja como foi


Bookmark and Share