A Equipe Técnica das Varas Especiais da Infância e Juventude, em conjunto com as equipes do Ministério Público e da Defensoria Pública realizaram a terceira edição dos Diálogos Interdisciplinares. Este ano o tema foi: Saúde mental e adolescência.

 

O Tribunal de Justiça anunciou no Diário Oficial desta sexta-feira (04/12) o pagamento da integralidade da data-base de 2015, retroagindo a 1º de março, por meio da Resolução Nº 729/2015. No entanto, três páginas depois, há um comunicado da Presidência diz que o pagamento será apenas em janeiro de 2016 e o retroativo será pago quando houver disponibilidade orçamentária

A AASPTJ-SP, representada pelo primeiro tesoureiro, Eduardo Neves, participou nesta quinta-feira (26/11) de reunião entre entidades e a Secretaria da Área de Saúde (SAS) do TJ-SP. Participaram pela instituição o desembargador Antonio Carlos Malheiros, os juízes assessores da Presidência Maria de Fátima Costa e Silva e Fernando Awensztern Pavlovsky, e o secretário da SAS, Tarcísio dos Santos.

 

A AASPTJ-SP esteve no último dia 19/11 em audiência com o juiz assessor da Corregedoria Paulo Roberto Fadigas César para tratar de assuntos de interesse do Serviço Social e da Psicologia. A Associação foi representada pela presidente, Elisabete Borgianni, pelo primeiro tesoureiro, Eduardo Neves, pela assessora da Diretoria Vilma Regina da Silva e pelos assessores jurídicos Sonia Guerra e Thiago Pugina.

 

Recebemos nesta terça-feira (24/11) a informação de que o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador José Renato Nalini, teria anunciado que a Instituição irá cumprir a integralidade da data-base dos servidores e pagar, em dezembro o índice de 1,18% restante para completar o INPC do período entre março de 2014 e fevereiro de 2015. A retroatividade a março entrará para o passivo do TJ e deverá ser discutida só na próxima gestão. No entanto, até o momento, não recebemos nenhum anúncio formal por parte do TJ sobre este assunto.

Foi publicada no Dário Oficial desta segunda-feira (16/11) a lista final do Processo de Remoção 2015 para os cargos de agente administrativo judiciário, assistente social judiciário, contador judiciário, oficial de justiça, psicólogo judiciário e escrevente técnico judiciário, bem como as orientações de quando os servidores poderão assumir seus postos de trabalho nas comarcas escolhidas

 

No último dia 6, ocorreu a reunião do Conselho de Representantes da AASPTJ-SP. Conselheiros e Diretoria debateram sobre a atual conjuntura, as ações da Associação e temas de pauta para a Assembleia dos Associados, que acontecerá no dia 12 de dezembro.

 

No próximo dia 27/11 a AASPTJ-SP realizará o Encontro de Assistentes Sociais e Psicólogos da 6ª Região de Ribeirão Preto. Veja programação e como fazer a inscrição

 

O Tribunal de Justiça divulgou no Diário Oficial Eletrônico desta terça-feira (03/11) o resultado final do Processo de Remoção 2015. A data de remoção de cada servidor será divulgada posteriormente

 

Nesta quinta-feira (22/10), a AASPTJ-SP e demais entidades representativas dos servidores estiveram reunidas com os juízes assessores da Presidência Maria de Fátima Pereira da Costa e Fernando Awensztern Pavlovsky e a secretária de orçamento do TJ-SP Helena Yaeco Fujita Azuma. A reunião tinha como objetivo principal tratar tecnicamente da possibilidade de o Tribunal cumprir a integralidade da data-base de 2015 e pagar o índice de 1,18% que faltou para completar o INPC do período.

Conforme noticiado, ocorreu nesta sexta-feira (16/10) reunião entre as entidades e representantes do TJ-SP que compõem o Comitê do Processo de Remoção. A AASPTJ-SP foi representada por sua presidente, Elisabete Borgianni, um dos membros do Comitê. A reunião tinha como objetivo principal a decisão da data final do processo de remoção de 2015.

Nalini recebe entidades, mas insiste que não há recursos para pagar 1,18% da diferença do INPC. Representantes dos servidores irão reunir-se com técnicos do orçamento em data a ser definida nos próximos dias

 

 

 

As entidades representativas dos servidores do Judiciário estiveram reunidas nesta quinta-feira (01/10) para tratar de formas de ação e mobilização para os dois últimos meses da gestão Nalini já que estamos em outubro e não recebemos nenhuma reposta concreta aos diversos itens da pauta de reivindicações. A AASPTJ-SP foi representada pela primeira secretária, Maria Helena Correa e pelo primeiro tesoureiro, Eduardo Neves.

A AASPTJ-SP foi convidada pelo Tribunal de Justiça a acompanhar a primeira reunião do Comitê Gestor de Orçamento e de Priorização do Primeiro Grau. Apesar de não ser membro do comitê e não ter poder de voto, o TJ-SP entendeu que as entidades que compõem a Comissão de Recursos Humanos, que entre outras questões trata com a instituição sobre o instituto da remoção, poderiam colaborar nas questões tratadas pelo comitê.

 

 

Em passagem por Londres, a presidente da AASPTJ-SP e da AASP Brasil, Elisabete Borgianni, participou de marcha em prol dos refugiados no último dia 12.

 

 

 

 

 

 


A AASPTJ-SP informa seus associados que o plano médico por nós contratado é com a Federação das Unimeds (FESP) e não com a Unimed Paulistana. A FESP possui rede própria de atendimento (veja anexo na notícia).

 

A AASPTJ-SP, representada pela assessora da Diretoria Vilma Regina da Silva, participou na última segunda-feira (17/08) de reunião de entidades representativas de servidores públicos do estado de São Paulo. O encontro ocorreu na Assembleia Legislativa e discutiu-se a divulgação de uma possível minuta de Projeto de Lei, pelo Executivo, que versa sobre a retirada de direitos dos servidores públicos, especialmente em relação à extinção da licença-prêmio, além da redução de incentivos financeiros (bônus e participação em resultados).

No dia 17/08, a AASPTJ-SP, interessada em conhecer como estão ocorrendo as recém-criadas audiências de custódia,esteve em visita às colegas, Mônica Aparecida de Souza Tavares, assistente social, Tatiana Alves Kamiya, psicóloga e Marlene Morais Luiz, estagiária de Serviço Social, do Setor Técnico da CEAPIS – Central de Alternativas Penais e Inclusão Social da SAP - Secretaria de Administração Penitenciária do Estado de São Paulo, responsáveis pelo atendimento dos presos em flagrante encaminhados às audiências de custódia no Fórum Criminal da Barra Funda.

 

 

 

Conseguimos! O PLC 06/2013 foi aprovado pela Alesp nesta quarta-feira (05/08). Não conseguimos a aprovação do projeto com seu texto original, mas com a emenda apresentada pelo líder do governo, deputado Cauê Macris (PSDB) que corta os cargos para apenas 25% do total, ou seja, 95 assistentes sociais e 42 psicólogos. Mas, diante da atual conjuntura em que vivemos foi uma vitória e tanto! Veja como foi

No dia 07/07, a AASPTJ-SP, representada pela presidente, Elisabete Borgianni, pelo tesoureiro, Eduardo Neves e pela assessora da diretoria Vilma Regina da Silva, esteve em audiência com os juízes assessores da Presidência Maria de Fatima Pereira da Costa e Fernando Awensztern Pavlovsky. AASPTJ-SP solicitou que Nalini encaminhasse ofício à Alesp pela aprovação do PLC 06/2013


Bookmark and Share